Recentes

sábado, 21 de abril de 2018

Propriedades da carnaúba

Carnaúba (Corypha cerifera, Arrudaria cerifera, Copernicia cerifera)

Nome popular: Carnaúba
Outros nomes: Coqueiro-carandá, carandaí
Nome científico: (Corypha cerifera, Arrudaria cerifera, Copernicia cerifera)
Família: Palmáceas
Origem: Nordeste brasileiro

Propriedades e apresentação:

A carnaúba, é uma palmeira que desenvolve nos terrenos arenosos. Possui flores monóicas, em grande número, pequeníssimas. A flor consta de dois cálices: um exterior, verde, formado por três folíolos de pouca extensão, outro interior, de cor variável, em forma de corola, contendo um tubo curto, infundibuliforme, com três divisões na extremidade, e alternado com as do cálice exterior.

Seu fruto é redondo e do tamanho de uma avelã. É cor de azeitona no começo de sua maturidade e azul violeta, quase preto, quando está completamente maduro. - Notas Sobre Plantas Brasileiras, pág. 110. Chamada de "árvore-providência", pois dela tudo se aproveita.

Emprego e utilização da planta:

As folhas da carnaúba são usadas para: cobrir as habitações, fabricação de cordas, sacos e chapéus, além de se retirar da carnaúba uma cera que tem numerosas aplicações, como isolante e também entra na fabricação de vernizes, lubrificantes, ácido pícrico para a pólvora, etc.

Seu caule fornece madeira para construções. Seu fruto, cuja polpa se aproveita para confecções de doces, encerra um caroço de que se extrai um óleo. Sua raiz é empregada como medicamento.

Uso medicinal:

A raiz diurética. Usada para combater a hidropisia, o reumatismo e a sífilis.

Parte usada:

Raiz, por decocção.

Dose:

Normal.

Fonte de pesquisa: As Planta Curam, Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.



Nenhum comentário:

Postar um comentário