Recentes

domingo, 13 de outubro de 2019

Linhaça - Suas propriedades terapêuticas

Linhaça (Linum usitatissimum L.)

Nome popular: Linhaça
Nome científico: (Linum usitatissimum L.)
Família: Linaceae
Origem: Asiática

Propriedades e apresentação:

A linhaça é uma planta anual que chega a atingir até 60 centímetros de comprimento, folhas alternas, lanceoladas, lineares. Flores azuis, diperiantadas; tanto o cálice como a corola são constituído de 5 peças.

É utilizada como chá, óleo comestível, farinha ou cozimento para compressas, a linhaça opera milagres que somente poderão ser apreciados e compreendidos por aqueles que experimentarem pessoalmente este meio nutritivo, fortificante e curativo.

Não faz muito tempo, na linhaça foi descoberta a vitamina K, que tem um grande valor alimentício e medicinal.

A falta desta vitamina no organismo dificulta a coagulação do sangue e diminui o poder de resistência dos vasos sanguíneos.

Emprego e utilização da planta:

Emoliente. O linho entra na preparação de diversos linimentos, emplastos e na preparação de óleos para pinturas como secativo. Sua torta é usada para adubo orgânico e alimentação de animais.

Uso medicinal:

O chá de linhaça, adoçado com mel, combate eficazmente obscessos e acidez do estômago, do intestino grosso e dos rins, dismenorreia (menstruação dolorosa), perturbações do metabolismo, gastralgia, fermentações estomacais, hemorroidas, hemorragias, obesidade, pleurisia, tosse, tuberculose, rouquidão, úlceras intestinais, inflamações da uretra, etc.

O cozimento da linhaça se utiliza para fazer lavagens (enemas ou clisteres) em casos de doenças intestinais, como também irrigações vaginais.

Para combater a prisão de ventre, durante a noite se pões de molho uma colherada de linhaça num copo de água com 4 ameixas secas, e no dia seguinte se toma essa mistura, em jejum.

O óleo de linhaça é muito indicado para hemorroidas, disenteria, e cólicas; para curar os catarros, aconselha-se esfregar o óleo de linhaça quente no peito e nas costas.

As cataplasmas de farinha de linhaça servem para curar inchações, furúnculos e úlceras.

A farinha de linhaça pode ser considerada como um completo substituto do leite e seus derivados.

Este excelente produto vegetal também substitui os cereais, inclusive as nozes, devido ao seu conteúdo natural e saudável de albumina e óleo.

A albumina natural da linhaça não tem os inconvenientes da albumina animal, que produz muito ácido úrico e outras substâncias venenosas.

A farinha integral de linhaça não fermenta, mesmo que esteja úmida durante vários dias; não obstante, é aconselhável guardá-la num lugar fresco e seco.

A farinha de linhaça se pode usar nas refeições com toda classe de verduras cruas e saladas, como também com frutas frescas ou secas.

Cuidados e prevenção:

Deve-se ter o cuidado, porém, de não consumi-la em quantidade excessiva, pois seu abundante conteúdo de albumina e óleo determina um uso limitado, tal como acontece com as nozes; no máximo, podem consumir de 50 a 100 gramas de farinha de linhaça por dia.

Fonte de pesquisa: Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.


Um comentário:

  1. li que há inconvenientes na ingestão de linhaça em certos casos e que deve ser substituída por peixe. é verdade e em que casos?
    obrigada

    ResponderExcluir