Recentes

sábado, 1 de agosto de 2020

Arruda - Suas propriedades terapêuticas

Arruda (Ruta graveolens L.)

Nome popular: Arruda
Nome científico: (Ruta graveolens L.)
Família: Rutaceae.
Origem: Europa

Propriedades e apresentação:

Originária da Europa, ela age sobre cólicas intestinais, previne varizes e regula a menstruação.

A planta é muito rica em óleos essenciais que combate as cólicas intestinais ao eliminar o excesso de gases.

Também contém a "rutina", que reforça as paredes dos vasos sanguíneos combatendo assim as varizes.

Também contém um óleo essencial onde encontramos a decanoma, metilnonílketona, e metílheptilketona.

Todas essas substâncias possuem propriedades calmantes e ao serem aspiradas, aliviam as dores diminuindo a ansiedade.

Existe uma história muito curiosa a respeito da arruda, do vinagre e de quatro ladrões. Contam que no século XVII, a Europa padecia de uma grande peste que dizimava centenas de pessoas por semana.

Ninguém conhecia a causa da doença e muito menos a cura. Grandes cruzes vermelhas eram pintadas nas paredes para marcar as casas das pessoas atacadas pela praga.

Alguns ladrões, porém, pareciam completamente imunes a doença. Entravam naquelas casas, roubavam os mortos e não ficavam doentes.

Muito tempo depois se descobriu que esses ladrões se protegiam com uma espécie de vinagre, preparado com arruda, sálvia, losna, menta, alecrim, lavanda, cânfora, alho, noz-moscada, cravo e canela, tudo bem misturado em um galão de vinagre de vinho.

Uso medicinal:

Esta erva é muito utilizada em dores reumáticas e nevralgias.

Usa-se também para tratar de dor de ouvido e problemas nos olhos.

Lavar os cabelos com esta erva, cozida e misturada ao vinagre também ajuda no combate a piolhos.

Cuidados e prevenção:

Usada em grandes quantidades pode ser tóxica, provocando dores intestinais e confusão mental.

Deve ser evitado por mulheres grávidas pois provoca o aborto.

Fonte de pesquisa: Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário