Recentes

sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Capuchinha - Suas propriedades terapêuticas

Capuchinha (Tropaeolum majus L.)

Nome popular: Capuchinha
Outros nomes: Capuchinha-de-flores-grandes, capucina, chagas, cinco-chagas, mastruço-do-peru, flor-de-sangue, agrião-do-méxico, etc.
Nome Científico: (Tropaeolum majus L.)
Origem: América do Sul

Propriedades e apresentação:

A capuchinha é uma planta ornamental, atingindo de 4 a 5 metros. Folhas alternas, longamente pecioladas. Limbo arredondado, peltado, algo excêntrico, verde-claro na face superior, mais pálido na face inferior.

Flores solitárias, grandes, zigomorfas, hermafroditas; partem das axilas das folhas superiores. Cálice de 5 sépalas amareladas, triangulares, apresentando posteriormente uma espora.

Corola de 5 pétalas vermelho-alaranjadas, das quais três são mais longas e estreitas que as outras duas. Toda a planta, especialmente, porém, as flores e os frutos, tem um sabor picante assaz pronunciado, pelo que este vegetal é muito empregado como condimento. É muito parecido com o agrião-d'água.

A capuchinha é uma planta de clima subtropical e que se adapta bem a ambientes parcialmente sombreados.

Pode ser cultivada durante o ano todo. Suas flores são comestíveis e seu sabor é parecido com o sabor do agrião.

Propaga-se através de mudas ou sementes, sendo as sementes mais recomendadas para renovação de canteiros e obtenção de plantas mais vigorosas.

Produz pequenos frutos para combater eczemas, psorfase, doenças de pele e outras.

Emprego e utilização da planta:

Utilizado no tratamento do escorbuto e da escrofulose. Seu fruto seco reduzido a pó é utilizado como purgante. Toma-se meio grama em meio copo com água.

Colher um pé inteiro, sempre fresco e fazer o chá. Com duas folhas faz-se 1 copo de chá.

Tomar 2 copos por dia durante 4 dias. Dar um intervalo de 4 dias alternadamente.

Uso medicinal:

As folhas podem ser consumidas em salada, e são remédios para regular a flora intestinal, a função do pâncreas e da bílis.

Também conhecida como chagas, esta planta de folhas alternas e pecioladas, apresenta um valor medicinal no tratamento do escorbuto, da escrofulose e é depurativa dos intestinos.

Fonte de pesquisa: Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário