Recentes

sábado, 7 de novembro de 2020

Agrião - Suas propriedades terapêuticas

Agrião (Nasturtium officinale)

Nome popular: Agrião
Outros nomes: Agrião-das-hortas, agrião-d'água, agrião-aquático, mastruçu-dos-rios, etc.
Nome científico: (Nasturtium officinale)
Família: Cruciferae (Brassicaceae)
Origem: Europa

Propriedades e apresentação:


O agrião é uma erva perene muito cultivada pelo Brasil, desenvolve-se em lugares pedregosos, arenosos, úmidos e aquáticos. Possui caule verde de base arroxeada, flexível, glabro, oco e com raízes gemares, atingindo de 15 a 30 centímetros de altura.

Suas folhas brancacentas alternas, pinatissectas, compostas de 3 a 11 folíolos oblongos, ovais ou orbiculares e lisos. Flores brancas ou amareladas, dispostas em cachos curtos terminais ou axilares.
Sua corola é actinomorfa, crucífera, e o cálice dialissépalo regular.

O androceu é tetradínamo e o ovário é súpero e bicarpelar. Fruto síliqua, subcilíndrica, nervada, de 5 centímetros de comprimento, contendo sementes pequenas, pardacentas e rugosas. A flor é semelhante à da cocleária, da qual se distingue por possuir estigma obtusamente bilobado.

Multiplica-se por sementes, em solos argilosos, pesados e estercados. REF.: Tratado das plantas medicinais mineiras, nativas e cultivadas.

Depurativo, cicatrizante, expectorante, antiescorbútico, antidiabético, anti-raquitismo, unguento, diurético.

O agrião: é muito rico em vitaminas e deveria comer-se amiúde, pois é diurético, depurativo do sangue e elimina as substâncias estranhas ao corpo.

Antes de comer o agrião, deve-se ter lavado em água com sal, a fim de que fique livre de qualquer espécie de micróbio.

Uso medicinal:

Consumido em forma de salada ou tomando seu suco, o agrião é muito eficaz em casos de afecções da pele, cálculos renais e biliares, escorbuto, icterícia, anemia, hidropisia, dilatação do fígado, enfermidades dos rins, dos pulmões e da garganta, tifo, reumatismo, gota, doenças cardíacas, dilatação das glândulas, mucosidades intestinais e pulmonares, catarros crônicos e falta de apetite.

Esmagando o agrião fresco se fazem cataplasmas para curar feridas difíceis de cicatrizar, tumores glandulares, obstrução dos vasos linfáticos, herpes, etc.

Uma mistura saudável para chá é a seguinte: agrião, salva, dente-de-leão, verônica e cominho.

Recomendações:

Para os diabéticos, como também para os que sofrem de bócio, o agrião é um magnífico remédio, porque contém iodo natural e ferro.

Para estas enfermidades, é recomendável tomar diariamente algumas colheradas de suco fresco de agrião.

Cuidados e prevenção:

Mulheres grávidas, porém, não devem abusar do agrião, porque pode provocar o aborto.

Não é aconselhável o agrião que cresce nas águas pouco movimentadas, senão aquele de águas correntes, evitando assim o perigo de que os insetos aquáticos o contaminem com os micróbios da febre tifoide.

Fonte de pesquisa: Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário