Recentes

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Capim cidró - Suas propriedades terapêuticas

Capim cidró (Cymbopogon citratus)

Nome popular: Capim cidró; também é conhecido como jaçapé, erva-cidreira e outros.
Nome Científico: (Cymbopogon citratus)
Família: Poaceae
Origem: Ásia, Índia

Propriedades e apresentação:

Planta quase acaule, com folhas longas, estreitas e aromáticas, pertencente à família Poaceae (Gramineae). Esta planta é originária da Ásia e é muito cultivada em países tropicais.

Desenvolve-se bem em quase todo o Brasil. A função deste capim digestivo do estômago, acalma os nervos, provoca suor, sono e baixa a pressão.

O seu chá elimina cálculos dos rins. É uma erva de aroma agradável e chega à 1 metro de altura.

Encontrado nas beiras de estradas, prefere climas quentes.

Emprego e utilização da planta:

Muito utilizado para combater a ansiedade, no tratamento do nervosismo, da insônia, flatulência (gases), e como relaxante muscular (dores e tensões musculares de etiologia diversa, hipertensão arterial).

É usado na aromatização de alimentos e na indústria de perfumes e cosméticos.

Colher as folhas médias, fazer o chá. Tomar 1 copo durante 4 dias. Deixar o tratamento 5 dias. Repetir outras vezes.

Uso medicinal:

O capim cidró ou capim santo como também é conhecido em alguns lugares, é digestivo, antitussígenos, antigripais, analgésicos, antitérmicos, anti-inflamatórios das vias urinárias, diuréticos, antiespasmódicos, antialérgicos, etc.

Cuidados e prevenção:

Deve-se tomar cuidado para não ser confundido com a citronela, planta utilizada apenas como aromatizante e repelente de insetos.

Fonte de pesquisa: Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário