Recentes

domingo, 24 de novembro de 2019

Confrei - Suas propriedades terapêuticas

Confrei (Symphytum officinale L.)

Nome popular: Confrei
Nome Científico: (Symphytum officinale L.)
Família: Boraginaceae
Origem: Europa e Ásia

Propriedades e apresentação:

Planta herbácea, alcançando até 80 centímetros de altura. Folhas lanceoladas, com bordas irregulares, de até 40 centímetros.

Abundante e de fácil cultivo em diversos tipos de solo. É também cultivada em jardins.

Suas raízes são escuras, esbranquiçadas por dentro, forte e profunda, penetrando até 1 (hum) metro no solo se este for levemente úmido.

Emprego e utilização da planta:

Tomar no máximo 4 copos em pequenos goles por semana.

Usar as folhas medias e pequenas partes para fazer o chá, que deve ser tomado, no máximo 3 copos por semana.

Pega de raiz.

Uso medicinal:

É indicado o uso do confrei para combater as seguintes enfermidades: asma, diabetes, leucemia, hepatite, gastrite, úlceras, prisão de ventre, reumatismo, icterícia, câncer.

Elimina as dores dos olhos e regulariza a pressão arterial. Combate a anemia, debilidades, dores nas costas, dor de cabeça, dores musculares.

Evita a velhice prematura, normaliza a atividade sexual, mantém a pigmentação natural dos cabelos, elimina sardas, espinhas, irritação da pele.

Age como desintoxicante do sangue, auxiliando o fígado nessa complexa função. Consolida as oxidações ósseas.

O confrei estimula a produção de glóbulos vermelhos pela medula óssea, combatendo, assim, a leucemia.

Mas é como cicatrizante de feridas, cortes e queimaduras que o confrei se impõe como planta medicinal, além das indicações mencionadas.

Conforme pesquisas de laboratórios o confrei é o vegetal mais rico em vitaminas e sais minerais. Comparado ao espinafre, contém o dobro de açúcar.

Em relação ao leite e à alfafa o teor de proteínas, açúcar e vitamina "A" do confrei é cerca de cinco vezes maior.

Os sais minerais de maior destaque do confrei são compostos de ferro, manganês, cálcio, fósforo e zinco.

Parte usada:

Folhas frescas ou secas.

Dose: 

Uma folha é suficiente para um copo de chá. Duas ou três folhas frescas, picadas e misturadas com outras hortaliças, fazem uma salda nutritiva e saborosa. Pode ser comido em forma de "Refogado".

Um algodão embebido no suco da folha fresca e colocado nas feridas previamente limpas age como cicatrizante de efeito rápido.

O chá tomado moderadamente combate o câncer, dor de cabeça, depurativo do sangue e anemia, leucemia, úlceras no estomago, problemas das vias respiratórias, afecções do fígado, auxilia na cicatrização de feridas, esclerose, baixa a pressão e elimina outras infecções.

Fonte de pesquisa: Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário