Recentes

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Mil folhas (mil em ramas) - Suas propriedades terapêuticas

Mil folhas (Achillea millefolium L.)

Nome popular: Mil folhas
Outros nomes: Mil folhas, mil-em-ramas, milefólio e mil folhada, erva-do-carpinteiro
Nome científico: (Achillea millefolium L.)
Família: Compositae (Asteraceae)
Origem: Europa

Propriedades e apresentação:

Planta europeia, aclimatada no Brasil. Raiz oblíqua, guarnecida de pelos. Hastes numerosas, arredondadas, sulcadas, aveludadas.

Folhas profundamente fendidas em lacíneas lineares. Tem cheiro balsâmico e gosto amargo. As flores são pequenas, brancas, como as de artemísia. Floresce em maio ou junho: colhe-se em junho.

Emprego e utilização da planta:

Empregam-se as folhas e flores, as quais têm excelentes propriedades medicinais.

É tônica, estimulante, emenagoga, depurativa, adstringente, antihemorroidal e vulnerária.

Suas propriedades mais destacadas são as antihemorroidais.

Com o extrato concentrado, misturado com qualquer elemento gorduroso vegetal, preparam-se supositórios muito eficazes contra esta doença.

Uso medicinal:

A mil-em-ramas é indicada contra catarros crônicos do estômago e dos intestinos, doenças do fígado, gota e reumatismo, hemorragias da matriz, fluxo branco, catarros da vias urinárias e hemorragias das mesmas. Pega de raiz.

Excelente remédio contra: adinamia, adstrição e debilidade do estômago, cãibras, catarros, cólicas, debilidades da bexiga, debilidade dos nervos, diarreia, dispepsia, enfermidades do fígado, enfermidades dos rins, escarlatina, escarros e vômitos sanguíneos, febres intestinais, febre intermitente, gota, hemorragias de toda espécie, hemorroidas, incontinência da urina, pleuris, regras abundantes ou escassas, resfriados, insônia, mucosidade do intestino, mucosidade do peito, ventosidades.

Exteriormente, usa-se esta planta, em forma de loções, fomentações ou cataplasmas, para tumores, feridas, golpes, contusões, queimaduras, afeções da pele, sarda, psoríase, eczema, manchas, etc. As folhas e flores secas, pulverizadas, aplicam-se sobre feridas velhas, insensíveis aos tratamentos costumeiros.

Parte usada:

Toda a planta

Dose:

Normal.

Fonte de pesquisa: As Plantas Curam, Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário