Recentes

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Poejo - Suas propriedades terapêuticas

Poejo (Mentha pulegium L.)

Nome popular: Poejo
Outro nome: Erva-de-são-lourenço
Nome científico: (Mentha pulegium L.)
Família: Lamiaceae
Origem: Europa e  América do Sul.

Propriedades e apresentação:

O poejo é uma planta rasteira, folhas pequenas, ovais, opostas, inteiras, obtusas, de pecíolos curtos.

Cheiram a hortelã. Junto às folhas principais, aparecem transversalmente, dois pares de folhinhas, bem mais miúdas, dispostas face a face. Flores roxo-claras, cheirosas.

Esta planta é muito semelhante a menta. Possui propriedades nervinas, tônicas, estomacais e reguladoras da menstruação.

Uso medicinal: 

Usado para combater a acidez e ardor do estômago, arrotos, catarros em geral, debilidade geral, debilidade do sistema nervoso, diarreia, enjoo, estorvos no estômago e intestinos, fermentações, hidropisia, insônia, irregularidades na menstruação, ventosidade.

Indicado também para combater a acidez, congestões cerebrais, dor de cabeça, resfriados, palpitações do coração, zumbido nos ouvidos, tonturas, dos ossos e da coluna.

Cuidados e prevenção:

Tomada em grande quantidade pode provocar abortos.

Fonte de pesquisa: As Plantas Curam, Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário