Recentes

sábado, 11 de janeiro de 2020

Alface - Suas propriedades terapêuticas

Alface (Lactuca sativa L.)

Nome popular:  Alface
Nome Científico: (Lactuca sativa L.)
Família: das Compostas
Origem: Asiática

Propriedades e apresentação:

A alface é uma planta herbácea, com um caule diminuto ao qual se prendem as folhas.
Estas são a parte comestível da planta e podem ser lisas ou crespas, fechando-se ou não na forma de uma "cabeça". A coloração das plantas pode variar do verde-amarelado até o verde escuro e também pode ser roxa, dependendo da cultivar. Fonte: - IAC-Instituto agronômico.

Promove a circulação de energia do organismo, além de combater o nervosismo, gases, insônia, etc. Evita as estagnações que podem ocorrer no trato digestivo (dores abdominais e diarreias) e no fígado.

Suas propriedades ajudam também a combater a insônia, a vertigem, a icterícia e o reumatismo.

Merece um especial interesse, não só pelo seu valor alimentício, mas também por suas propriedades medicinais.

Emprego e utilização da planta:

O alface pode ser utilizado de várias maneiras, in natura na salada, no sanduíches, etc.

Os romanos antigos, tinham o costume de comer alface à noite, para facilitar o sono após o rico jantar.

Atualmente, também se recomenda aos estressados habitantes das cidades modernas comer alface à noite, não após, mas em vez de um farto jantar.

Uso medicinal:

Usado no combate a flatulência, fortalece as vias respiratórias, acalma dores musculares, combate resfriados, ajuda na insônia, vertigem, icterícia, reumatismo, etc.

Fonte de pesquisa: Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário