Recentes

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Soja - Suas propriedades terapêuticas

Soja (Glycine Max [L.] Merr.)

Nome popular: Soja
Nome científico: (Glycine Max [L.] Merr.)
Família: das Leguminosas
Porte: até 1/2 a 1 metro de altura
Sementes: esferoidais, de 8 a 10 mm de diâmetro, e crescem dentro de uma vagem parecida à das ervilhas.
Origem: originária do interior da China e cultivada desde tempos remotos, a soja constitui o principal alimento da população de muitos países da Ásia oriental.

Propriedades e apresentação:

Os chineses, que formam grandes colônias nas Filipinas, na Tailândia, na Indonésia e Singapura, tem espalhado o uso do queijo de soja, tornando-se assim a carne vegetal desses países, pois é um alimento muito barato e que contém abundantes proteínas, vitaminas e sais minerais.

A soja também se produz em grandes quantidades no Japão, na Índia, nos Estados Unidos e no Brasil, e seu cultivo se tem estendido ao sul da Europa, depois que se encontraram variedades que se adaptam as especiais condições climáticas dessa região.

A quantidade aproximada de substâncias nutritivas que a soja contém é a seguinte: 30% de proteínas, 17% de gorduras, 28% de hidratos de carbono, 4% de sais minerais e de 1,5% a 2,2% de lecitina.

A soja é o vegetal mais rico em proteínas, superando amplamente os legumes geralmente usados na América e na Europa, tais como o feijão comum, o grão-de-bico, a ervilha, a lentilha, a fava, etc.

Ademais, as proteínas da soja são completas e de excepcional qualidade, pois não produzem ácido úrico como as proteínas animais.

Na soja se encontram as vitaminas A, B, e D, como também diversos sais minerais: cálcio, potássio, magnésio, ferro, cloro e fósforo.

Do folheto:

"A Soja no Prato de Cada Dia", publicado pela Secretaria da Agricultura do Estado de São Paulo, Departamento da Produção Vegetal, transcrevemos o seguinte:

"Sabe-se que o problema da produção de alimentos no mundo se situa, principalmente, na obtenção de proteínas de boa qualidade, uma vez que os hidratos de carbono são facilmente conseguidos, em grande escala, no trigo, no arroz, no milho, na mandioca, na batata ou no açúcar.

"Vejamos, pois, os três motivos que, nos Estados Unidos e no Oriente, fizeram da soja a principal fonte de proteínas: - a soja fornece, em relação a qualquer outra exploração vegetal ou animal, a maior quantidade de proteínas por área; - a soja pode ser produzida em larga escala com mais facilidade que qualquer outra leguminosa; - a soja fornece a proteína vegetal mais completa existente em a natureza.

Do ponto de vista do consumidor, é importante, ainda, saber que um quilo de soja em grão equivale, quanto ao teor de proteínas, a 2 quilos e 200 gramas de carne, ou 5 dúzias de ovos, ou cerca de 12 litros de leite, ou a 1 quilo e meio de queijo ou, ainda, ao dobro daquele peso de feijão comum."

Para os nervos gastos, a soja é um alimento adequado, especialmente pela sua grande quantidade de lecitina e ácido fosfórico, substâncias de vital importância para o bom funcionamento do cérebro e do fígado.

O leite de soja é muito apreciado pelos povos da Ásia oriental, sendo empregado especialmente na alimentação de crianças, anciãos e doentes.

Uso medicinal:

O leite de soja também é um elemento terapêutico eficaz em casos de asma, bronquite crônica e angina.

A soja combate a tuberculose, a diabete, as diversas espécies de anemia, o raquitismo e o mau funcionamento das glândulas de secreção interna.

A farinha de soja, aplicada em forma de cataplasma, serve para curar tumores, hérnias, etc.

As tortas de soja são um bom alimento para as vacas, pois ficam fortes e dão mais leite e de melhor qualidade.

Pode-se dizer que a soja é um vegetal milagroso, porque além de ser um excelente alimento e um extraordinário meio curativo, serve para que a indústria mundial fabrique muitos produtos, tais como: glicerinas, tintas, sabões, celuloides, lubrificantes, esmaltes, vernizes, etc.

E temos a segurança de que, num futuro próximo ainda serão encontradas outras aplicações alimentícias e industriais da soja.

Fonte de pesquisa: Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário