Recentes

sábado, 22 de agosto de 2020

Jambolão - Suas propriedades terapêuticas

Jambolão (Syzygium jambolanum)

Nomes populares: Jambolão, jamelão, jambeiro, jalão, jambuí, oliva, oliveira, azeitona.
Nome Científico: (Syzygium jambolanum)
Família: Mirtaceae
Origem: o jambolão é uma espécie originária da Ásia

Propriedades e apresentação:

Amplamente difundida pelo cultivo nas regiões tropicais, inclusive nas margens de curso d’agua, já que seus frutos são apreciados pelos peixes.

Com cerca de 5 metros de altura, copa com folhagem abundante, ramos de coloração acizentada-claro, com fissuras escuras e cicatrizes foliares bastante aparentes.

É muito cultivada como planta ornamental, além de seus frutos também serem comestíveis.

Emprego e utilização da planta:

Em seu país de origem, além de ser consumido in natura, o jambolão entra na confecção de compotas, licores, vinhos, vinagre, geleias, tortas e doces.

Os frutos do jambolão, apesar de um pouco adstringentes, são agradáveis ao paladar.

Muito apreciado pelas crianças, que se desdobram para obtê-los, os frutos têm um grande inconveniente: sua polpa e casca de coloração arroxeada deixam manchas indeléveis na pele das mãos, nos tecidos das roupas, nos calçamentos das ruas e na pintura dos automóveis.

Assim, em virtude de sua farta frutificação, o jambolão torna-se árvore pouco indicada para preencher, em profusão, quintais e espaços públicos.

Uso medicinal:

A casca é empregada contra desinteria, hemorragias e leucorreia, sob forma de decocção.

O pó das sementes é empregado no tratamento da diabete, com as mesmas propriedades da insulina.

Também é usada no controle de diabetes além de anti-inflamatória.

Fonte de pesquisa: Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário