Recentes

domingo, 29 de setembro de 2019

Pacová - Suas propriedades terapêuticas

Pacová (Renealmia brasiliensis).

Nome popular: Pacová.
Nome científico: (Renealmia brasiliensis).
Família: Zingiberáceas.
Outros nomes: Paco-seroca, pacová-catinga, cuité-açu.
Origem: Brasil

Propriedades e apresentação:

Descrição: Planta herbácea.

A haste: erecta, é constituída pelos pecíolos das próprias folhas, os quais partem do solo.

Folhas: inteiras, lanceoladas, peninervadas. Inflorescência em cacho. O ráquis parte do solo, em separado do caule.

Uso medicinal:

Positivamente antelmínticas são as sementes de muitas Renealmias, que o vulgo denomina, genericamente, "pacová".

A Renealmia brasiliensis K. Schum é largamente usada aqui no sul do Brasil, onde cresce nas matas úmidas da Serra do Mar.

Acredita-se que sua ação vermicida é devida ao óleo etério que as sementes encerram em porcentagem apreciável.

Usa-se um punhadinho de sementes em infusão. Toma-se o chá. Os rizomas são carminativos, estomáquicos, excitantes.

Preparam-se um chá com 10 gramas de rizoma para 1 litro de água.

Externamente o chá das cascas ou rizomas (50 gramas para 1 litro de água) é usado para banhar feridas e para desinfetar inchaços e contusões.

Fonte: As plantas curam.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.


Um comentário:

  1. Conheço o pacova, e usei muito quando criança, para a eliminação de vermes
    O chá é muito saboroso

    ResponderExcluir