Recentes

sexta-feira, 19 de março de 2021

Graviola - Suas propriedades terapêuticas

Graviola (Anona muricato L.)
Imagem: de Najib Zamri por Pixabay
Nome popular: Graviola
Outros nomes: Gravioleira, jaca-de-pobre, jaqueira mole, araticum manso, araticum do grande,  araticum, coração, coração de rainha, jaca do Pará
Nome científico: (Anona muricato L.)
Família: botânica: Annonaceae
Origem: América Central

Propriedades e apresentação:

A graviola é uma fruta tropical de origem americana. Possui forma ovulada, de casca verde-pálida, com seu tamanho chegando a pesar de 750 gramas até 8 quilos e produzindo durante todo o ano.

Fruta com muitas sementes, pretas, envolvidas por uma polpa branca, de sabor agridoce, muito delicado e semelhante a fruta-do-conde.

A graviola entre seus principais nutrientes, destacam-se o cálcio, ferro, potássio, sódio, zinco e também as vitaminas A e C.

Ao contrário do que muitos pensam, a graviola é originária da região das Antilhas e não uma fruta típica do Brasil, embora seja também produzida na Região Nordeste do Brasil.

Para seu pleno desenvolvimento necessita de clima úmido. Sua casca não é lisa, pois contém pequenos espinhos de cor escura e seu sabor assemelha-se muito com a fruta do conde.

A parte interna é formada por uma polpa branca de sabor suave, adocicado, apresentando também uma grande quantidade de semente em seu interior na cor preta.

A graviola pode atingir de 1 a 2 quilos, podendo chegar até a 6 quilos.

Árvore de pequeno porte, atingindo, aproximadamente 5 metros de altura.

Emprego e utilização da planta:

Pode ser consumida in natura, usada para fazer sucos, sorvetes, geleias, mousses, doces e bebidas.

Uso medicinal:

Usada como remédio natural para tratamento de doenças como infecções, febre, problemas digestivos, diarreia, pressão alta, parasitas externos e internos, diabetes, entre diversas outras doenças.

Fonte de pesquisa: Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário