Recentes

sexta-feira, 16 de julho de 2021

Borragem - Suas propriedades terapêuticas

Borragem (Borago officinalis L.)

Nome popular: Borragem
Outros nomes: Foligem, borracha-chimarrona, borracha, borrage, etc.
Nome científico: (Borago officinalis L.)
Família: Borragináceas
Origem:  Europa e Oeste da Ásia

Propriedades e apresentação:

Planta de haste erecta, de até 60 cm de elevação, ramificada, recoberta de uma pelugem vasta. Folhas grandes, alternas, rugosas, elípticas, crenadas, inteiras, eriçadas de pelos; as inferiores são maiores e quase sésseis; as superiores são menores e amplexicaules.

As flores são ordinariamente azuis, raramente róseas ou brancas, dispostas em cimeiras. Cálice gamossépalo, de 5 divisões lineares, eriçadas. Corola rotácea, de 5 lobos oval-acuminados.

Emprego e utilização da planta:

Empregada na debilidade geral é um bom remédio a borragem machucada, que se come misturada com mel.

As folhas tenras, frescas, misturadas com outras ervas, em saladas, ou preparadas em ensopados, são um bom remédio para o fígado.

As sementes secas, moídas, misturadas na comida, ou tomadas com algum líquido, aumentam a secreção do leite das lactantes.

Uso medicinal:

Emprega-se contra inflamações dos rins e da bexiga, mas seu uso principal é contra o reumatismo e a debilidade do coração.

Usa-se também como remédio contra resfriados.

Devido ao seu efeito sudorífico, é também empregada esta planta no sarampo e mesmo na escarlina.

Toma-se quente.

As folhas frescas, machucadas, aplicadas sobre abscessos, inflamações, tumores, favorecem o processo de cura; aplicadas sobre queimaduras, acalmam a dor.

As cataplasmas de folhas de borragem fervidas dão excelente resultado nos ataques de gota, acalmando ou fazendo desaparecer a dor em pouco tempo.

Parte usada: Folhas e sementes.

Dose: Normal.

Fonte de pesquisa: As plantas curam - Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.



Nenhum comentário:

Postar um comentário