Recentes

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Centáurea menor - Suas propriedades terapêuticas

Centáurea menor (Erythraea centaurium, Gentiana centaurium, Chironia centaurium, Centaurium minus)

Nome popular: Centáurea menor
Outros nomes: Fel-da-terra, erva-da-febre, erva-do-centauro, planta-de-febre, erva-febrífuga, erva-de-chiron, quebra-febre
Nome científico: (Erythraea centaurium, Gentiana centaurium, Chironia centaurium, Centaurium minus)
Família: Gencianáceas
Origem: Zona do Mediterrâneo,

Propriedades e apresentação:

A centáurea menor é uma planta que possui de 20 (vinte) a 30 (trinta) centímetros de altura aproximadamente. Possue Haste delgada, quadrangular, de ramos axilares opostos, dicótomos, ascendentes, lisos, glabros.

Suas folhas são opostas, sésseis, ovais, acuminadas, inteiras, de 5 (cinco) nervuras longitudinais, glabras, verde amareladas; as radicais dispostas em roseta, curtamente pecioladas, obovais.

Cada ramos termina numa espécie de cimeira pequena, compacta. Suas flores são vermelhas ou róseo claras, providas de brácteas.

Possui cálice de 5 (cinco) divisões estreitas. Corola gamopétala, infundibuliforme, mais comprida que o cálice, e dotada de 5 (cinco) divisões ovais, obtusas. Seu fruto é uma cápsula alongada, septicida.

Emprego e utilização da planta:

Exteriormente aplicas-se, em loções ou cataplasmas, sobre úlceras escrofulosas ou escorbúticas, feridas velhas, etc.

Uso medicinal:

É empregada como estomáquico nas dispepsias, como aperiente na anorexia, como carminativo nas flatulências e na acidez do estômago, como desobstruente na opilação do fígado.

É utilizada também nas febres intermitentes, na gota, e contra os vermes intestinais.

Fonte de pesquisa: Livros diversos e biblioteca pública.
Texto meramente informativo. Sua visita periódica ao seu médico de confiança é fundamental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário